A Capitania dos Portos da Bahia (CPBA), com apoio de lan­cha da Praticagem da Bahia, res­ga­tou, na noi­te de 6 de junho, 15 pes­so­as de uma embar­ca­ção que ficou à deri­va, a cer­ca de oito milhas náu­ti­cas ao sul de Salvador.

A embar­ca­ção saiu de Morro de São Paulo à tar­de e apre­sen­tou uma pane nos moto­res. Ao che­gar no local do inci­den­te por vol­ta das 20h30min, a equi­pe da Marinha ava­li­ou as con­di­ções dos pas­sa­gei­ros e da embar­ca­ção, além do esta­do do mar, deci­din­do rebo­car a lan­cha “Helena” com auxí­lio da lan­cha de pra­ti­ca­gem “Pilot Boat V”. A mano­bra foi con­cluí­da às 23h, no píer da Capitania. A lan­cha “LAEP 7 Curimatã” tam­bém par­ti­ci­pou da ope­ra­ção de resgate.

Cooperar com ações de bus­ca e sal­va­men­to é um dever da pra­ti­ca­gem pre­vis­to nas Normas da Autoridade Marítima para o Serviço de Praticagem (NORMAM-12/DPC), além de um dever de todo homem do mar. A Marinha do Brasil incen­ti­va que os nave­gan­tes infor­mem as emer­gên­ci­as marí­ti­mas e flu­vi­ais no núme­ro 185.

Com infor­ma­ções e ima­gens da Praticagem da Bahia e da Capitania dos Portos