O Estado do Amapá rece­be, nos dias 28 e 29 de setem­bro, a edi­ção regi­o­nal do Fórum Nacional de Logística e Infraestrutura Portuária (Brasil Export), uma das prin­ci­pais agen­das do seg­men­to e que con­ta com o apoio da Praticagem do Brasil. 

O Norte Export reu­ni­rá, na capi­tal Macapá, espe­ci­a­lis­tas do setor e auto­ri­da­des para dis­cu­tir como aten­der às neces­si­da­des locais e refor­çar inves­ti­men­tos de infra­es­tru­tu­ra em uma região con­si­de­ra­da fun­da­men­tal para o desen­vol­vi­men­to do país, já que o cha­ma­do Arco Norte tem loca­li­za­ção estra­té­gi­ca para o trans­por­te marí­ti­mo de car­gas via Canal do Panamá. Inclusive, have­rá par­ti­ci­pa­ção à dis­tân­cia de um repre­sen­tan­te da Autoridade do Canal do Panamá. Além dis­so, esta­rão pre­sen­tes ope­ra­do­res logís­ti­cos e repre­sen­tan­tes de ter­mi­nais, do Executivo, do Legislativo e do Judiciário. 

No pri­mei­ro dia de even­tos, estão pre­vis­tas uma visi­ta téc­ni­ca ao Porto de Santana e apre­sen­ta­ções como do secre­tá­rio exe­cu­ti­vo do Ministério da Infraestrutura, Marcelo Sampaio; do pre­si­den­te do Senado Federal, Davi Alcolumbre; do CEO do Brasil Export, Fabrício Julião; e do pre­si­den­te do Conselho Nacional de Praticagem, prá­ti­co Ricardo Falcão, coor­de­na­dor do Comitê Orientador da edi­ção regi­o­nal. Também está pre­vis­ta a reu­nião dos gover­na­do­res do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia Legal.

No segun­do dia, o Norte Export sedi­a­rá qua­tro pai­néis com os seguin­tes temas: “O poten­ci­al do esco­a­men­to da safra do Centro-Oeste atra­vés do Arco Norte”; “A impor­tân­cia da hidro­via como matriz de trans­por­te da Região Norte”; “As neces­si­da­des e deman­das dos ter­mi­nais da Região Norte”; e “A mudan­ça econô­mi­ca da região por meio da explo­ra­ção da Indústria de Óleo & Gás”.

– Pela pri­mei­ra vez, vamos rece­ber tan­tas vozes capa­zes de apon­tar os gar­ga­los e as solu­ções para o desen­vol­vi­men­to da nos­sa região como um polo de atra­ção da expor­ta­ção do agro­ne­gó­cio. Temos mui­tos inves­ti­men­tos que podem ser ace­le­ra­dos pela ini­ci­a­ti­va pri­va­da, bene­fi­ci­an­do a todos da cadeia logís­ti­ca – des­ta­ca o pre­si­den­te do Conapra, Ricardo Falcão.  

O Arco Norte é con­si­de­ra­do cada vez mais pro­mis­sor para o esco­a­men­to da pro­du­ção agrí­co­la do Centro-Oeste devi­do à pro­xi­mi­da­de com o Canal do Panamá e tam­bém por con­ta de inves­ti­men­tos recen­tes da Praticagem do Amapá, da Marinha do Brasil e do Governo Federal. Essa pro­du­ção che­ga pelo Rio Madeira até Itacoatiara (AM) ou pela BR-163 até Miritituba (PA), de onde segue em bar­ca­ças pelo Rio Tapajós para Santarém (PA) e depois em navi­os pelo Rio Amazonas. A rodo­via BR-163 foi con­cluí­da pelo Governo. Já a Marinha atu­a­li­zou a car­ta náu­ti­ca da região, que apre­sen­ta­va alguns tre­chos ain­da da déca­da de 80. 

A Praticagem do Amapá atua des­de Itacoatiara até a saí­da do Rio Amazonas pela bar­ra nor­te. Além de son­dar regu­lar­men­te as pro­fun­di­da­des dos rios da Amazônia, que mudam com frequên­cia, a pra­ti­ca­gem ins­ta­lou maré­gra­fos na bar­ra nor­te, pos­si­bi­li­tan­do tra­ves­si­as de embar­ca­ções mais car­re­ga­das em mais jane­las de maré. Outro inves­ti­men­to da pra­ti­ca­gem foi a son­da­gem do entor­no da Ilha de Santana, em fren­te ao por­to, que ofe­re­ce uma segun­da rota para a che­ga­da dos gran­des gra­ne­lei­ros pelo Rio Amazonas. Em agos­to, prá­ti­cos par­ti­ci­pa­ram de simu­la­ções na USP que con­fir­ma­ram a pos­si­bi­li­da­de de entra­da de navi­os New Panamax tan­to no Porto de Santana quan­to em dois ter­mi­nais pri­va­dos que serão cons­truí­dos no muni­cí­pio. Até então, somen­te navi­os da clas­se Handysize atra­ca­vam ali. Logo após os tes­tes na uni­ver­si­da­de, um Panamax atra­cou pela pri­mei­ra vez em Santana.

O Norte Export, rea­li­za­do na sede do Sebrae, será o pri­mei­ro dos even­tos regi­o­nais do Brasil Export e terá trans­mis­são aber­ta pela inter­net. Os pró­xi­mos fóruns regi­o­nais serão o Sul Export (5 e 6 de outu­bro), em Curitiba (PR), que tem o prá­ti­co João Bosco, dire­tor do Conapra, no Comitê Orientador; o Sudeste Export (19 e 20 de outu­bro), em São Paulo (SP), com Hermes Bastos Filho, da Praticagem de São Paulo, no Comitê Orientador; o Nordeste Export (26 e 27 de outu­bro), em Recife (PE); e o Centro-Oeste Export (9 e 10 de novem­bro), em Rondonópolis (MT). Seguindo as reco­men­da­ções sani­tá­ri­as, esses even­tos são pre­sen­ci­ais ape­nas para con­se­lhei­ros e patro­ci­na­do­res, haven­do trans­mis­são gra­tui­ta pelo Zoom. Para par­ti­ci­par, bas­ta rea­li­zar a ins­cri­ção no site forumbrasilexport.com.br e aguar­dar a con­fir­ma­ção pelo e‑mail.