Vídeos

Posicionamento Dinâmico e Azipod

Gerenciamento de Risco Avaliação de Cadeia de Erros

Gerenciamento de Risco

Julgamento de Acidentes no Tribunal Marítimo

Standards for Ship Manoeuvrability – Resolution MSC 137-76

Eletroctronic Chart Display and Informalion Systems (ECDIS)

Gerenciamento de Equipes de Alto Desempenho

Apresentação
Sinopse

Sinopse do Curso (PDF online)

O ATPR tem o propósito geral de permitir que o prático possa desenvolver habilidades emergenciais para restaurar as melhores condições de manobrabilidade e governabilidade da embarcação em águas rasas, em casos específicos de falhas apresentadas pelos instrumentos do Passadiço e melhorar o intercâmbio de informações com o Comandante do navio no gerenciamento desses recursos do Passadiço (Master Pilot Exchange – MPX), principalmente em situações, críticas; ereconhecer obstáculos idiomáticos, culturais, psicológicos e fisiológicos, que impeçam a comunicação e interação eficazes, e aprimorar técnicas para superá-los.

O curso é dividido em 2 fases: a primeira no formato de ensino a distância na qual o Prático tem acesso a conteúdo para estudo em iPad e realiza provas on line no site do CONAPRA; e a segunda, de treinamento presencial, é realizada no Centro de Instrução Almirante Graça Aranha – CIAGA durante uma semana e é composta de palestras sobre diversos temas e de exercícios no simulador de manobra.

Por delegação de competência estabelecida no item 0250 da NORMAM 12-DPC, cabe ao Conapra o controle, o gerenciamento e a coordenação do ATPR. O Prático deve cursar o ATPR a cada ciclo de cinco anos, contados a partir de sua criação em janeiro de 2005, quando foi iniciado o primeiro ciclo de 5 anos (2005 / 2009) após a aprovação do sumário pela Autoridade Marítima de um estudo detalhado desenvolvido pelo Conselho Técnico baseado na Resolução A-960(23) da IMO.

Ao final do primeiro ciclo, o Conselho Técnico verificou a necessidade de reformular o curso a ser ministrado no segundo ciclo (2010 / 2014) modernizando o conteúdo do curso e suas metodologias, mas sempre mantendo as linhas mestras definidas nos Anexos da Resolução A.960. Considerou-se, para tanto, a constante evolução dos equipamentos embarcados em navios mercantes, tanto para auxílio à navegação quanto de propulsão, levando também em conta a necessidade de o Prático ser treinado em gerenciamento de recursos de passadiço, a reformulação do curso buscou apresentar ao Prático aluno uma grande diversidade de assuntos por meio não apenas de novas palestras, como também da evolução das palestras ministradas no formato do curso no ciclo anterior.

Simulador

Fotos - Última Turma