Praticagem do Rio evita grave acidente com plataforma em Niterói

Na noite de quinta-feira (30/1), a Praticagem do Rio de Janeiro impediu um grave acidente na costa de Niterói com a gigante plataforma P-70 da Petrobras, de 78 mil toneladas.

Após ser retirada do navio no qual veio embarcada da China para operar no pré-sal, a unidade foi deslocada para a área de fundeio, no Gragoatá. À noite, quando finalizava-se a sua amarração num quadro de âncoras, ventos de cerca de 40 nós e uma forte chuva atingiram a Baía de Guanabara. Imediatamente, o Prático a bordo interrompeu o processo de conexão em andamento, para a segurança dos envolvidos. Porém, logo em seguida, duas amarras que já estavam conectadas se romperam devido às condições meteorológicas.

O Prático, então, agiu rapidamente e utilizou os quatro rebocadores disponíveis naquele momento para evitar um choque contra a costa, já que a plataforma não tem propulsão. Ao mesmo tempo, acionou os demais meios disponíveis para auxiliar no reposicionamento da P-70 na área de fundeio prevista, o que ocorreu na mesma noite em segurança.

O processo de conexão teve que ser reiniciado, mas ainda não havia terminado até as 16h desta sexta-feira (31/1). Os Práticos continuam se revezando a bordo da P-70.

Em 2019, na tempestade que houve em São Sebastião (SP), os cabos de dois petroleiros que estavam atracados a contrabordo também se romperam e dois Práticos foram chamados em emergência para subir nas embarcações à deriva e impedir um acidente.