A Praticagem do Espírito Santo sal­vou três tri­pu­lan­tes que caí­ram no mar duran­te a desa­tra­ca­ção da pla­ta­for­ma SSV Victoria do Estaleiro Jurong Aracruz, no dia 29 de abril.

Quando a pla­ta­for­ma esta­va para ven­cer o que­bra-mar, qua­tro tri­pu­lan­tes que deram apoio à ope­ra­ção de amar­ra­ção des­ce­ram à base para bus­car mate­ri­al de mari­nha­ria. Nesse momen­to, uma onda var­reu o flu­tu­an­te jogan­do três deles na água.

Em pou­cos minu­tos, a tri­pu­la­ção da lan­cha de prá­ti­co reco­lheu os homens do mar. Eles foram leva­dos de vol­ta ao esta­lei­ro, já que o reem­bar­que era arris­ca­do e não cabia à pra­ti­ca­gem.

– Nosso trei­na­men­to fun­ci­o­nou mui­to bem. Todos foram reco­lhi­dos sem atro­pe­lo e con­fu­são – dis­se o secre­tá­rio exe­cu­ti­vo da Praticagem do Espírito Santo, Gilson Victorino.

Apesar de a ati­tu­de ser um dever de todo homem do mar, os tri­pu­lan­tes da lan­cha rece­be­rão uma men­ção hon­ro­sa da enti­da­de.