A Praticagem da Barra do Pará resgatou, no dia 17 de janeiro, duas pessoas cuja canoa afundou nas proximidades do trapiche de Icoaraci (PA).

Durante uma atividade de manobra, a tripulação da lancha de Praticagem (P3) e o Prático Leonardo Falcão avistaram mãe e filho dentro d’água pedindo socorro. Imediatamente, a lancha seguiu para fazer o resgate. Eles foram levados com segurança para a Capitania dos Portos da Amazônia Oriental (CPAOR).

Atuando na Zona de Praticagem 3 (ZP), em uma área que compreende o acesso pelo Canal do Quiriri, na região do Marajó, e pelo Canal do Espadarte, no Rio Pará, a Praticagem da Barra do Pará coopera nas atividades de salvamento marítimo sempre que solicitada, cumprindo um dever das Normas da Autoridade Marítima para o Serviço de Praticagem (Normam-12).

No dia 10 de janeiro, a entidade já havia colaborado no resgate de uma grávida que apresentou complicações a bordo de uma embarcação, em Barcarena.