Ícone da Marinha Mercante Brasileira, Comandante Alvaro lan­ça livro com patro­cí­nio do Conapra

Foram 47 anos no mar, sen­do 36 des­ses no coman­do de 14 navi­os, tota­li­zan­do a mar­ca de 3.710.000 milhas e mais de oito mil dias nave­gan­do. Agora, esta rica his­tó­ria está mate­ri­a­li­za­da no livro “O mar como des­ti­no”, lan­ça­do, na últi­ma sex­ta-fei­ra (29/11), no Tribunal Marítimo, no Rio de Janeiro, com patro­cí­nio do Conselho Nacional de Praticagem.

Nascido em Belém do Pará em 13 de dezem­bro de 1928, Dia do Marinheiro, o autor – Capitão de Longo Curso Alvaro José de Almeida Junior – dis­se que a obra é ape­nas um diá­rio de bor­do. Mas, per­cor­ren­do as suas pági­nas, per­ce­be-se que é mui­to mais que isso, como enal­te­ceu o Presidente do Conselho de Administração da Petrobras e Ex-Comandante da Marinha, Almirante Leal Ferreira, que assi­na o pre­fá­cio.

Ele des­ta­cou três aspec­tos impor­tan­tes que a lei­tu­ra reve­la: a his­tó­ria de sacri­fí­cio do autor para che­gar aon­de che­gou; a vida de mari­nhei­ro nos últi­mos 50 anos; e a evo­lu­ção da Marinha Mercante Brasileira.

– Este livro ser­ve de algu­ma manei­ra de ori­en­ta­ção para o futu­ro, aon­de a gen­te quer che­gar, o que pre­ci­sa ser fei­to, o que não pode ser repe­ti­do etc. Tudo de cer­ta for­ma está indi­re­ta­men­te pre­sen­te.

O Presidente do Tribunal Marítimo, Almirante Lima Filho, lem­brou que o Comandante Alvaro ini­ci­ou suas ati­vi­da­des em um navio com pro­pul­são de cal­dei­ras ali­men­ta­das por car­vão, sen­do a sua últi­ma embar­ca­ção dota­da com o que havia de mais moder­no em equi­pa­men­tos ele­trô­ni­cos:

– Isso só reve­la mais qua­li­da­des, sua capa­ci­da­de de resi­li­ên­cia, seu apren­di­za­do cons­tan­te e sua adap­ta­ção às pro­fun­das e cons­tan­tes mudan­ças tec­no­ló­gi­cas.

Lima Filho se recor­dou ain­da das diver­sas con­de­co­ra­ções do autor e da sua com­po­si­ção do hino da Marinha Mercante Brasileira. Comandante Alvaro atu­al­men­te ocu­pa o car­go de Presidente do Centro dos Capitães da Marinha Mercante.

O even­to de lan­ça­men­to foi pres­ti­gi­a­do por diver­sos mem­bros da comu­ni­da­de marí­ti­ma e cole­gas, inclu­si­ve de outros esta­dos. Além dos Almirantes Leal Ferreira e Lima Filho, com­pu­se­ram a mesa, ao lado do autor, o Comandante de Operações Navais, Almirante Puntel; o Comandante da Escola Superior de Guerra, Almirante Alipio Jorge; e o Diretor-Presidente do Conapra, Prático Gustavo Henrique Alves Martins, que rece­beu o agra­de­ci­men­to pelo patro­cí­nio da Praticagem à publi­ca­ção.

Antes de ini­ci­ar a ses­são de autó­gra­fos, Comandante Alvaro, mui­to emo­ci­o­na­do, encer­rou a cerimô­nia reci­tan­do o poe­ma “O Livro e a América”, de Castro Alves, que ofe­re­ceu a todos os ami­gos pre­sen­tes.