Praticagem da Bacia Amazônica é acionada pela Capitania dos Portos do Amapá para realizar o serviço de Busca e Salvamento.

No dia 29 de março de 2017 a Praticagem da Bacia Amazônica recebeu chamado da Capitania dos Portos do Amapá – CPAP, para integrar-se a Busca e Salvamento de uma pequena embarcação, à deriva no Rio Amazonas.

A lancha da Praticagem, “BAP CAVIANA” iniciou o trabalho de busca, tendo a bordo militares da CPAP, além de sua tripulação de segurança.

Próximo ao farol da ilha de Santana, foi encontrada a embarcação, com quatro pessoas a bordo, emocionalmente abalados devido à desgastante situação de risco, tendo sido salvos pela tripulação da lancha de praticagem, que os conduziu até o trapiche.

A Praticagem do Brasil muito se orgulha de participar das ações de Busca e Salvamento, sempre que acionadas pela Autoridade Marítima do Brasil, no estrito dever legal do contido na lei nº 7.203 de 03 de julho de 1984.