Diretor de Portos e Costas e comandante do 4º Distrito visitam novo Centro de Operações da Barra do Pará

A Praticagem da Barra do Pará recebeu, no dia 25 de maio, as visitas do diretor de Portos e Costas da Marinha, Almirante Roberto, do comandante do 4º Distrito Naval, Almirante Edervaldo, e do capitão dos Portos da Amazônia Oriental, Comandante Santiago. A recepção foi feita pelo presidente da Praticagem, Evandro Saab, e pelo prático Miguel Salgado. A Autoridade Marítima conheceu o novo Centro de Operações da empresa e sua moderna estrutura tecnológica, voltada para a segurança da navegação na Zona de Praticagem-03 e nas adjacências.
Trabalhando com o sistema AIS (Automatic Identification System) da Kongsberg, atrelado ao novo software STAq, a cobertura de recepção e transmissão das novas antenas e torres engloba todo o limite da ZP-03, desde a Boca das Onças até a foz do Rio Pará.
Para aumentar ainda mais a segurança das operações, a Praticagem foi autorizada pela Capitania dos Portos a incorporar um moderno sistema de AIS-AtoN virtual do fabricante JRC, que emite sinais de boias, faróis e faroletes a todos os navegantes. Já estão operando desta forma sete boias, um farol e dois faroletes. Em breve, o sistema será ampliado. Esse tipo de balizamento virtual é o primeiro a ser implementado no Brasil.
Três estações meteoceanográficas também geram para os práticos, em tempo real, dados de ondas, ventos, altura de maré e correnteza, reforçando a segurança nas navegações e nas manobras nos terminais.
O sistema completo opera 24 horas com dois provedores de internet com link dedicado independentes; seis telões; sete rádios VHF com gravação de áudio; servidor próprio armazenando todos os dados do Centro de Operações; monitoramento por áudio e vídeo; dois operadores bilíngues e um trainee; nobreaks; grupo gerador; e três computadores de última geração.
Também foi incorporado ao Centro de Operações um Gabinete de Crise para a Autoridade Marítima, onde a Marinha tem à sua disposição toda tecnologia e recursos para coordenar as operações de busca e salvamento (SAR).
– Com o novo Centro de Operações, a comunidade marítima e a sociedade paraense ganham mais um aliado na segurança da navegação, na proteção do meio ambiente e dos rios da Amazônia – destaca o presidente da Barra do Pará.

Da esquerda para direita: Capitão dos Portos da Amazônia Oriental, Capitão de Mar e Guerra Santiago; Presidente da Barra do Pará, Evandro Saab; Comandante do 4º Distrito Naval, Vice-Almirante Edervaldo; Prático Miguel Salgado; Diretor de Portos e Costas, Vice-Almirante Roberto.