Praticagem de Santos salva mais uma vida

Cumprindo o dever legal de cooperar com a Autoridade Marítima em ações de busca e salvamento, a Praticagem de Santos salvou mais uma vida. Foi no último feriado de Corpus Christi, quando um passeio de paraglider como tantos outros que ocorrem nas praias santistas quase acaba em tragédia. O equipamento saiu da trajetória e caiu no mar, no canal do porto. Dois marinheiros da Praticagem que acompanhavam a cena, imediatamente, mergulharam e conseguiram resgatar Waldir da Silva Esteves. Quase ao mesmo tempo, uma lancha da Praticagem foi acionada e concluiu o salvamento. A vítima foi encaminhada ao hospital pelos Bombeiros, que, ao serem chamados, já aguardavam na Ponte dos Práticos.

A Praticagem de Santos conta com 18 embarcações que estão sempre prontas para navegar, 365 dias por ano. Por estarem sempre guarnecidas para o serviço de manobras, podem prestar o socorro legal em emergências no mar.

Um dos resgates mais expressivos ocorreu em março de 2016, quando um carro caiu da balsa Santos-Guarujá. A motorista acionou sem querer o acelerador do veículo, que se projetou para fora da balsa. Uma lancha da Praticagem estava passando pelo local e os marinheiros conseguiram salvá-la e o seu cachorro, antes de o carro submergir.

Acidentes com lanchas, resgate de doentes, tripulantes e passageiros acidentados em navios são outras ocorrências que contam com o auxílio da Praticagem. Quando alguém precisa ser removido, a Praticagem colabora com o resgate. E, mesmo nas vezes em que é preciso atracar o navio em caso de emergência para o desembarque do enfermo ou do acidentado, essas manobras de cunho humanitário são gratuitas.

– São contribuições que a Praticagem oferece à comunidade. Estamos sempre com nossas lanchas em operação durante todo o dia. Com isso, garantimos rapidez e eficiência das manobras, e ainda podemos prestar esse serviço humanitário que é nosso dever – disse o presidente da Praticagem de São Paulo, Nilson Ferreira dos Santos.