Diretor de Portos e Costas: “Atalaias são motivo de orgulho”

O Diretor de Portos e Costas da Marinha do Brasil, Almirante Roberto, prestigiou a inauguração das instalações da Bahia Pilots, na última quinta-feira (30/5), e disse que os centros operacionais da Praticagem do Brasil (Atalaias) são motivo de orgulho, contribuindo para a segurança da navegação, a salvaguarda da vida humana e a prevenção da poluição hídrica.

Instalado na nova sede na Bahia Marina, em Salvador, o Centro de Operações da entidade atende todo Estado da Bahia e se aproxima dos mais inteligentes do mundo, agregando mais informações para a tomada de decisão e o gerenciamento de risco em uma área complexa devido a vários microclimas: a Baía de Todos os Santos.

– Tenho visitado diversas Praticagens no Brasil sempre que saio do Rio de Janeiro. Faço questão. E todas as Atalaias são motivo de orgulho. A gente percebe o desenvolvimento tecnológico e a integração da parte operacional e administrativa. Isso contribui muito para a segurança da navegação. No caso dessa aqui na Bahia, será possível monitorar, com cada vez mais cobertura, a Baía de Todos os Santos e os seus vários microclimas. Os Práticos estão prontos para o avanço da tecnologia – afirmou o Diretor de Portos e Costas.

Também estiveram presentes e ressaltaram a importância das instalações para a segurança do tráfego aquaviário o Comandante do 2º Distrito Naval, Almirante Campos, e o Capitão dos Portos da Bahia, Comandante Amaral.

A Bahia Pilots promoveu uma modernização dos recursos tanto em hardware quanto em software. Duas câmeras de vídeo, em Salvador e Ilhéus, proporcionam mais segurança às manobras naqueles portos; e outras quatro estão previstas. Também estão em operação, nas mesmas áreas portuárias, duas estações meteorológicas e mais duas entrarão em funcionamento no Porto de Aratu e no Terminal Madre de Deus, abrangendo as principais áreas de serviço da Praticagem.

Um projeto de balizamento virtual está em análise na Capitania dos Portos e o sistema de calado dinâmico ReDRAFT foi contratado. São duas medidas que ampliarão a segurança das operações de grandes navios porta-contêiner, no Porto de Salvador, e das manobras de petroleiros com calado superior a 20m, durante operações de transferência de óleo entre navios nos portos e terminas da Bahia.

O Gerente da Bahia Pilots, Comandante Blanquet, fez questão de ressaltar aos convidados outro aspecto importante que a obra procurou atender:

– A ideia foi poder congregar todos os atores interessados em operações marítimas seguras. A Praticagem é um deles.

Além da área administrativa, sala de estar e de camarotes para descanso dos Práticos, o espaço conta auditório para até 30 pessoas e um Gabinete de Crise, integrado ao Centro de Operações, à disposição da Capitania dos Portos para emprego durante o Plano de Auxílio Mútuo na Baía de Todos os Santos, em caso de acidentes.

O deputado federal Vinicius Carvalho (SP) representou a Frente Parlamentar Mista da Marinha Mercante no evento, prestigiado ainda pelo deputado Márcio Marinho (BA) e por representantes da Autoridade Portuária, do Conselho Nacional de Praticagem, de Terminais de Uso Privativo, Armadores Nacionais e Estrangeiros e Agências Marítimas.

Sobre a Bahia Pilots

A Bahia Pilots atua na ZP-12, que abrange os portos/terminais de Salvador, Usiba, Aratu, Base Naval, Ford, TPC, Dow Química, Temadre, TRBA, São Roque e Ilhéus (recém-incorporado).

Com 27 Práticos, a entidade dispõe de quatro lanchas de Praticagem e encomendou uma quinta. O seu Centro de Operações atende todo Estado da Bahia, ininterruptamente, nos 365 dias do ano, com a presença de operadores bilíngue. A Bahia Pilots tem, ainda, local apropriado para o armazenamento de material de suas lanchas e o apoio da Bahia Marina para a manutenção de suas embarcações. Por ano, cerca de 4.200 manobras são realizadas.