,

A Praticagem do Brasil entra na campanha de doação de sangue ao HEMORIO

A Praticagem do Brasil entra na cam­pa­nha de doa­ção de san­gue ao HEMORIO, a pre­sen­te cam­pa­nha tem por fim cons­ci­en­ti­zar a comu­ni­da­de da impor­tân­cia da sua con­tri­bui­ção indi­vi­du­al na reno­va­ção cons­tan­te dos esto­ques dos ban­cos de san­gue. Esta ação soli­dá­ria pre­ten­de refor­çar ain­da mais a pre­sen­ça dos prá­ti­cos con­tri­buin­do para a cons­ci­en­ti­za­ção da popu­la­ção e para a sal­va­guar­da da vida humana.

O Prático Gustavo Martins, Diretor-Presidente do CONAPRA com­pa­re­ceu ao HEMORIO no dia 29/12 para fazer sua regu­lar doa­ção de san­gue. Ele é um doa­dor dife­ren­ci­a­do, “doa­dor por afé­re­se”, tipo de doa­ção onde ape­nas pla­que­tas são cole­ta­das. Nesta for­ma de doa­ção as quan­ti­da­des de pla­que­tas obti­das são em média sete vezes mai­or do que se con­se­gue em uma doa­ção nor­mal e ain­da é pos­sí­vel fazer doa­ções men­sais sem qual­quer ris­co à saú­de do doa­dor. Pacientes que san­gram devi­do à bai­xa con­ta­gem de pla­que­tas neces­si­tam de mui­tas trans­fu­sões de plaquetas.

Na últi­ma sema­na do ano o HEMORIO inten­si­fi­cou as ações de cap­ta­ção de doa­do­res, de todos os gru­pos san­guí­ne­os, O, A, B e AB, posi­ti­vo e nega­ti­vo para ele­var o esto­que de san­gue duran­te as cele­bra­ções de Ano Novo. O obje­ti­vo é garan­tir o aten­di­men­to roti­nei­ro da popu­la­ção e even­tu­ais emer­gên­ci­as no Estado, duran­te o feri­a­do da vira­da de 2016 para 2017.

Para doar, é pre­ci­so ter entre 16 e 69 anos, pesar mais de 50 kg, estar bem de saú­de e por­tar um docu­men­to de iden­ti­da­de ofi­ci­al com foto. Jovens com 16 e 17 anos só podem doar san­gue com auto­ri­za­ção dos pais ou res­pon­sá­veis legais. Não é neces­sá­rio estar em jejum, ape­nas evi­tar  ali­men­tos gor­du­ro­sos nas qua­tro horas que ante­ce­dem a doa­ção e não inge­rir bebi­das alcoó­li­cas 12 horas antes. O Hemorio fun­ci­o­na todos os dias, das 7h às 18h, incluin­do sába­dos, domin­gos e feri­a­dos, na Rua Frei Caneca nº 8, no Centro do Rio de Janeiro

Para mais infor­ma­ções, o can­di­da­to pode ligar para o Disque Sangue (0800 282 0708), que escla­re­ce os pré-requi­si­tos e dúvi­das, além de infor­mar o ende­re­ço das outras 26 uni­da­des de cole­ta dis­tri­buí­dos pelo esta­do. O aten­di­men­to pelo tele­fo­ne fun­ci­o­na de segun­da a sex­ta-fei­ra, das 8h às 16h.

Doar san­gue é um ato de amor.